(continuação…)

Saiba como “ler” os olhos do seu interlocutor e interpretar sinais e pistas oculares durante uma conversa.

Os neurologistas descobriram que quando uma pessoa pensa, os olhos se dirigem para um dos lados, dependendo do sistema representativo que ela está a usar.
Estudamos este tema em PNL, são as “Pistas de Acesso Ocular”, os seis movimentos que os nossos olhos podem fazer enquanto pensamos, para conseguirmos acessar determinada informação que está arquivada em alguma parte do nosso cérebro.
Os neurologistas também descobriram que existe uma relação entre a direção do movimento dos olhos e a recuperação desses dados, cada direção está correlacionada com o local onde a informação está armazenada.

São estes movimentos oculares que nos fornecem pistas sobre como a pessoa está a processar as informações: se ela está a criar e a imaginar, se está a lembrar de algo, a ver imagens, a sentir sensações; e como o interlocutor está a reagir ao diálogo ou às questões colocadas.

Identifique abaixo as seis pistas de acesso ocular


Vl – Visual lembrado
(olhos voltados para cima e à esquerda), busca de imagens já vistas anteriormente, memoria visual.
Vc – Visual construído (olhos para cima e à direita), construçao visual de imagens nunca vistas antes, processo de imaginaçãoe criação.
Al – Auditivo lembrado (olhos na linha média, para o lado e à esquerda), lembrança de sons ouvidos antes.
Ac – Auditivo construído (olhos na linha média, para o lado e à direita), organizar sons e palavras nunca ouvidas realmente dessa maneira antes. Misturar ou compor, palavras e sons de uma nova forma.
Ai – Auditivo interno – ou Auditivo digital (olhos voltados para baixo e à esquerda), falar para si mesmo, diálogo interno.
C – Cinestésico (olhos para baixo e à direita), entrar em contato com sentimentos, emoções e sensações, introspeção.

(Estes são movimentos padrões, são observados em todas as pessoas dotadas de uma organização neurológica normal.)

Todos nós provavelmente já passamos pela experiência de fazer uma pergunta a alguém que em seguida desviou o olhar, mexeu os olhos para cima e para a esquerda e disse: “Huuummm, deixa ver se eu me lembro…”. Com este movimento de olhos, sabemos que a pessoa realmente buscou em sua mente, as suas imagens visuais recordadas.
Portanto, as informações dadas pelas pistas de acesso podem ser detectadas pela simples observação dos movimentos oculares.
Se durante uma conversa, o seu interlocutor estiver a olhar para baixo, já sabe que esta pessoa esta usando as sensações e as emoções para compreender ou interagir com você. Neste caso, você devera utilizar uma comunicação mais cinestésica a fim de conseguir maior sintonia com a pessoa.

Conhecer e estudar as pistas de acesso ocular, pode trazer muitas vantagens em negociação e benefícios em relacionamentos.
Esteja atenta(o) aos movimentos dos olhos do seu interlocutor, descubra o que indica cada um dos movimentos, mas interprete juntamente com outros fatores ou pistas. Cuidado com a pressa para utilizar estas técnicas, será preciso muita prática e conhecimento sobre outros sinais escondidos na comunicação.
É muito comum ver uma pessoa que acaba de aprender estas dicas, sair por aí a “caçar mentirosos” e a dizer:
– Está mentindo! Eu vi quando você olhou para a direita…!”
Pronto, para além de você perder toda a vantagem competitiva e de persuasão que poderia ter, lá se vai o acesso que tinha para as mentiras… rsrsrsrs

Se é possível detectar mentiras com esta técnica? Sim, é!
Mas você precisa estudar mais a fundo estes processos e também saber observar os M.C.R.ls, Movimentos Corporais correspondentes a Representações Internas. (que você pode aprender, juntamente com as pistas de acesso ocular, no nosso curso básico de PNL)

Lembre-se de que mais importante do que ficar descobrindo se alguém está mentindo ou não, eh seguir com a sua vida da melhor maneira possível. Porque por mais arriscado que seja, penso que confiar nas pessoas sempre será a melhor opção.
E mais do que confiar nos outros, você precisa confiar em si mesma(o) e estar preparada(o) para uma ou outra mentirinha que possa aparecer pelo caminho.

Veja o vídeo aqui.

Muito sucesso,

Cris